Raphael Silva

O Nordeste é a “bola da vez” para o Grupo Latam no Brasil. Nesta terça-feira (5), o conglomerado aéreo revelou a intenção de operar novos voos próprios internacionais na região, com rotas rumo destinos sul-americanos e na América do Norte a partir de Fortaleza, Salvador e Recife. A definição, porém, ainda carece de aprovação das autoridades.

A capital do Ceará será a cidade com o maior número de investimentos, passando a contar com uma nova rota para Orlando e aumento das operações para Miami, ambas nos Estados Unidos.

O lançamento do voo Salvador-Miami e a transformação da operação Salvador-Buenos Aires, atualmente temporária, em regular também estão presentes nos planos. A companhia ainda planeja ampliar as operações nas rotas Recife-Miami e Recife-Buenos Aires.

“O Nordeste brasileiro ocupa posição estratégica na expansão da nossa malha aérea global, muito além de ser apenas um simples ponto de conexão com parceiros do Exterior”, exaltou o CEO da Latam Airlines Brasil, Jerome Cadier. Segundo ele, os possíveis lançamentos representam apenas o início de negociações para outros futuros investimentos do grupo.

Panrotas