O Brasil esteve entre os destinos para intercâmbio estudantil que se apresentaram na última semana na Conferência Anual da NAFSA (National Association of Foreign Student Advisers), em San Diego, nos Estados Unidos.

Este ano, o encontro recebeu cerca de nove mil participantes de diversos países, incluindo as principais agências internacionais de cooperação educacional, especialistas internacionais em educação e representantes das melhores universidades do mundo.

O ponto alto do evento foi a realização da Vivência Brasileira. Os expositores brasileiros tiveram a oportunidade de apresentar o País como destino de estudos e intercâmbio, além de estabelecer e estreitar relacionamento entre os participantes da feira.

“É de fundamental importância a realização da Vivência Brasileira organizada pela Embratur, em parceria com a Associação de Assessorias de Instituições de Ensino Superior (FAUBAI). Aproveitamos essa visibilidade para utilizarmos o intercâmbio estudantil como mais uma opção para promover os destinos brasileiros”, destacou Delma Andrade, coordenadora-geral de Acompanhamentos e Estruturação de Produtos da Embratur.

Mais de 260 pessoas participaram da Vivência. O público foi composto por formadores de opinião, corpo técnico de universidades internacionais, professores, agentes de turismo educacional, reitores de universidades brasileiras e estrangeiras, presidentes de associações de educação internacional, organizações não governamentais relacionadas à promoção da educação internacional e agências internacionais de cooperação educacional.

Durante a atração, o grupo musical baiano Nós de Chita apresentou músicas relacionadas às Festas Juninas, que foram tema da exposição. Itens da gastronomia junina também foram servidos aos participantes da vivência.

O estande do Brasil, intitulado “Come and Study in Brazil”, contou com a participação de 17 instituições de educação superior (Instituto Insper, PUC-Rio, UFSJ, UFRN, UFRJ, UERJ, UNESP, UNICAMP, UNIVALI, SENAC, UFMT, UFTM, UFV, UFPR, UFRGS, UFMG, UnB) e três agências de turismo educacional (Brazilian Experience, Campus Brasil e Experimento) e uma escola de português para estrangeiros (Fast Forward).

“Assim como ocorre em outros eventos realizados pela Embratur, a Vivência Brasileira é o momento em que o estrangeiro conhece mais sobre a cultura e a gastronomia do País. O objetivo é propiciar o contato entre as instituições brasileiras e seus principais parceiros na NAFSA, e oferecer uma experiência da diversidade do Brasil”, afirmou a coordenadora.

image005

Conferência Anual da NAFSA

A conferência, que ocorre anualmente, se configura como uma oportunidade para exposição e divulgação dos países participantes como destinos turísticos de intercâmbio educacional junto aos principais mercados emissores de estudantes internacionais. Durante o evento, são tratados assuntos referentes aos avanços dos estudos no exterior, e os estudantes são aconselhados sobre os destinos que se adequam a cada perfil.

 

ASCOM/Embratur