Governo do Estado busca união de entidades estratégicas para implantar Plano Nacional de Cultura Exportadora na Paraíba

0
489
Reunião com Walter Aguiar (Superintendente do Sebrae PB), Antonio Felinto Neto (Sebrae-PB), Luiz Alberto Amorim (Diretor Técnico Sebrae - PB), Lindolfo Pires (Secretário secretário de Turismo e Desenvolvimento Econômico - Setde) e Wilbur Holmes Jácome (Secretário Executivo de Desenvolvimento Econômico - Setde) - Foto: Divulgação

O desempenho de importações e exportações mostram uma retração do mercado. Preocupados com esse cenário, os secretários Lindolfo Pires e Wilbur Holmes Jácome, estão buscando integrar a Paraíba no Plano Nacional de Cultura Exportadora (PNCE).

O primeiro passo foi oficiar o Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços, solicitando que o PNCE seja lançado oficialmente em parceria com o Governo da Paraíba. No entanto, ciente das limitações orçamentárias, a Secretaria Executiva de Desenvolvimento Econômico (Setde) esteve reunida com a diretoria do Sebrae paraibano e com a Federação das Indústrias da Paraíba para fortalecer parcerias.

Os entendimentos iniciais com o Sebrae definem a estrutura que irá capacitar empresários e profissionais do setor. “Precisamos estabelecer a cultura exportadora na Paraíba. Não podemos depender apenas do mercado interno. Ofertas internacionais equilibram as demandas”, disse Wilbur Holmes Jácome, secretário executivo de Desenvolvimento Econômico.

Para Lindolfo Pires, secretário de Turismo e Desenvolvimento Econômico, a cultura exportadora precisa buscar integração com as vocações econômicas do Estado. “Identificar o potencial de cada região e capacitar esses empreendedores será estratégico”, avaliou.

De acordo com Walter Aguiar, Superintendente do Sebrae na Paraíba, o órgão irá apoiar através da Unidade de Desenvolvimento Setorial. “Vamos colocar nossa equipe e estrutura à disposição para desenvolver a capacitação dos empresários”, disse. “Embora as estatísticas não estejam favoráveis, a união de entidades estratégicas na Paraíba, poderá mostrar um novo horizonte para o mercado exterior”, comentou Wilbur Jácome.

Secom PB

Foto: Divulgação