Fundação    Cultural de João Pessoa (Funjope) prorrogou até o dia 18 de julho o prazo em seu edital para seleção dos grupos de capoeira candidatos a participar das festividades e eventos culturais em que a cidade estiver envolvida até julho de 2015. As inscrições    poderão ser feitas na sede da fundação    (Rua Duque de Caxias, 352, Centro), durante horário comercial. A retificação do edital pode ser consultada pelo linkhttp://goo.gl/vkZBZY e o edital, pelo endereçohttp://goo.gl/KEqCNG.

Para cada apresentação o grupo receberá um cachê no valor bruto de R$ 2.750, deduzidos os impostos. “A seleção tem o objetivo de promover a diversidade cultural e fortalecer as tradições regionais paraibanas”, ressalta o diretor-executivo da Funjope, Maurício Burity.

Poderão se inscrever pessoas físicas ou jurídicas, com ou sem fins lucrativos, com, no mínimo, 25 integrantes e cujo mestre, contramestre ou professor encarregado acumule dois anos de formação reconhecida, com destaque para o desenvolvimento de trabalhos socioculturais que utilizem a capoeira como ferramenta inclusiva. A participação de menores de idade só será permitida mediante autorização expressa dos pais e órgãos de proteção dos direitos da criança e do adolescente. A inscrição de servidores municipais é proibida.

No ato da inscrição, o grupo ou proponente deve preencher presencialmente o formulário e anexar memorial descritivo do grupo (constando roteiro da apresentação, proposta cultural, necessidades técnicas etc), o histórico, currículo do mestre, a relação dos componentes com cópia dos documentos e, opcionalmente, material impresso, em vídeo ou fotográfico, atestando a atividade. A comprovação da situação contábil, financeira e tributária adimplente com os entes da federação também é requerida mediante a apresentação de certidões negativas.

Uma comissão especial designada pela Funjope fará a avaliação de mérito de cada projeto apresentado, que consiste no atendimento aos critérios do edital e na inserção da proposta nas políticas de cultura de João Pessoa. Serão desclassificados os grupos que não atingirem um mínimo de seis pontos na avaliação.