A Fundação Cultural de João Pessoa (Funjope) começou, nesta terça-feira (3), a montar a estrutura para a realização integrada do Festival Municipal e de uma das etapas do Estadual de Quadrilhas, que acontecem de 6 a 15 de junho, no Ponto de Cem Réis. Quarenta e oito agremiações, sendo 24 da Capital e 24 das demais cidades paraibanas, entram no pavilhão junino na disputa pelo ranking e premiação.

Uma área de 750 metros quadrados contemplará um pavilhão coberto para as apresentações, três arquibancadas com capacidade total para 7 mil pessoas, espaço de acessibilidade e para idosos (150 cadeiras), tendas para a concentração das quadrilhas e palcos para trios de forró e jurados. Sessenta banheiros químicos ficarão distribuídos pelo perímetro da festa, da Praça 1817 até a Rua Visconde de Pelotas. O acesso, gratuito, será facilitado por quatro entradas dispostas em cada vértice do quadrilátero e controladas por detectores de metais.

RafaelPassos-1 (1)

O XVIII Festival Municipal de Quadrilhas será realizado a partir desta sexta-feira (6) até 10 de junho. Nos dias 6 e 7, se apresentam as classificadas pelo grupo A e de 8 a 10, as do grupo B. Já do dia 11 a 15, o mesmo local sediará uma das fases eliminatórias do Estadual. Uma média de cinco apresentações por noite agitará a arena a partir das 20h, com meia hora de passagem cronometrada para cada agremiação.

“Todas as quadrilhas serão julgadas conforme seis critérios: marcador, coreografia, conjunto, figurino, trio pé-de-serra e casamento matuto”, enumera o presidente da Liga das Quadrilhas Juninas de João Pessoa e da União Nordestina das Quadrilhas Juninas (Unej), Edson Pessoa.

As três mais bem colocadas do grupo B sobem, enquanto que as três menos cotadas da “primeira divisão” serão rebaixadas. As premiações são de R$ 8 mil, R$ 7 mil e R$ 5 mil para os três primeiros colocados do grupo A e de R$ 6,5 mil, R$ 5,5 mil e R$ 4,5 mil para o pódio do grupo B. “As quadrilhas vertem toda a graça na junção de dança, música e expressividade dramática. E unir dois festivais em um mesmo palco será um privilégio aos olhos do visitante”, espera o diretor-adjunto da Funjope, André Coelho.

Programação do Festival Municipal de Quadrilhas:

6 de junho:

Horário Quadrilhas do grupo A Bairro/Cidade
20h Arriba Saia Colibris
20h30 Aconchego Cruz das Armas
21h Arco Verde Bairro das Indústrias
21h30 Flor de Lírio Funcionários IV
22h Lageiro Seco Róger

7 de junho:

Horário Quadrilhas do grupo A Bairro/Cidade
20h Asa Branca Alhandra
20h30 Jovem Matuto Funcionários IV
21h Sanfona Branca Mangabeira I
21h30 Paraíba Róger
22h Fogueirinha Cruz das Armas

 8 de junho:

Horário Quadrilhas do grupo B Bairro/Cidade
20h Pó de Serra Mangabeira
20h30 Viana Cabedelo
21h Matuto Show Mangabeira I
21h30 Botijinha Cruz das Armas
22h Tiko Show Mangabeira I
22h35 Explode Coração Colinas do Sul

 9 de junho:

Horário Quadrilhas do grupo B Bairro/Cidade
20h Macambira Cabedelo
20h30 Balão Dourado Alhandra
21h Mangue Seco Mandacaru
21h30 Sacode Poeira 13 de Maio
22h Xote e Baião Ernani Sátiro
22h35 Nação Matuta Valentina

10 de junho:

Horário Quadrilhas do grupo B Bairro/Cidade
20h Cangaceiros do Sertão Mandacaru
20h30 Industrial Bairro das Indústrias
21h Linda Flor do Sertão Mangabeira VIII
21h30 Zé Monteiro Cristo
22h Xiado do Xinelo Funcionários IV
22h35 Flor do Mandacaru Mandacaru

 Secom JP