Fundação Casa de Rui Barbosa assina termo de parceria para criação de Cátedra Unesco

0
98
Imagem: Divulgação

O aperfeiçoamento da gestão pública no setor cultural ganhou reforço com a assinatura de acordo para a criação da Cátedra Unesco sobre Políticas Culturais e Gestão. O termo de parceria foi assinado entre a presidente da Fundação Casa de Rui Barbosa (FCRB), Marta de Senna, e a diretora-geral da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco), Irina Bokova, no último dia 19 e publicado na edição desta segunda-feira (25) do Diário Oficial da União.

A Cátedra tem como objetivo a formação de um centro de excelência e um polo avançado de estudos no campo das políticas culturais e da gestão. Segundo a Fundação vinculada ao Ministério da Cultura, em torno da Cátedra, será articulada uma rede de pesquisadores que contribuirão com os processos de disseminação de conhecimento e formação qualificada e atualizada de profissionais que atuam na área.

Marta de Senna comemora a implementação da Cátedra como um “reconhecimento” para a Fundação Casa de Rui Barbosa, referência nacional em políticas culturais. “É um passo fundamental na consolidação da atuação da FCRB nessas áreas específicas. A instituição vê nessa assinatura a renovação do seu compromisso com as questões, além de representar um avanço significativo no nosso constante esforço de internacionalização institucional e da cultura brasileira”.

Dentre as atividades do projeto estão previstos seminários internacionais, simpósios, colóquios, oficinas e cursos de qualificação avançada, em parcerias com universidades. Ao programa de bolsas de estudos e pesquisas, próprio da FCRB, serão incrementadas investigações e análises no tema da Cátedra para os níveis de mestre e doutor.

Público-alvo

As oportunidades promovidas pela Cátedra terão como público alvo, principalmente, pesquisadores, professores, profissionais e estudiosos, que contarão tanto com centro de produção de conhecimento de alto nível, quanto com um espaço específico para intercâmbio de experiências. O aperfeiçoamento e a qualificação na área ainda beneficiarão as atividades de gestão das políticas culturais do MinC e das secretarias estaduais e municipais de cultura.

Ascom MinC