O espetáculo surgiu da idéia de fazermos  uma homenagem a um dos dramaturgos mais importantes do século XX ,  Thomas Lanier Williams, mais conhecido como Tennessee Williams, que comora-se neste ano, 103 anos de seu nascimento.

14891_10203990040620272_6338485436394590498_n

Depois de termos lido diversos textos de variados dramaturgos, nos deparamos nas obras curtas deste autor, que são pequenas peças de apenas um ato. Tornou-se impossível ler e não se apaixonar por aquele universo. O dramaturgo questiona temas como a opressão sexual, racial e social vigente nos Estados Unidos, submergindo fundo nestas questões, revelando às vezes em seu estilo e no conteúdo de sua obra tamanha violência e crueza, que é impossível não sentir o negativismo presente em seus enredos. Suas tramas se desdobram, normalmente, na região sul dos EUA, em um ambiente tumultuado, povoado por psicopatas, deslocados socialmente. Ele foi o escritor teatral mais inspirador do período pós-guerra.

Uma marca deste autor é o uso de elementos musicais, da luz e de cores que procuravam simbolizar os estados de alma dos personagens. Além do que, muitas  de suas obras, são caracterizadas igualmente pelo realismo psicológico. Deste modo, neste espetáculo escolhemos três de suas obras curtas que são:

DSCN5501

FALA COMIGO DOCE COMO A CHUVA – A história da conturbada relação de um jovem casal que ao longo do tempo foi se desgastando a tal ponto em que não conseguem mais se relacionar. Tem início o embate entre os desejos de cada um, num momento caótico de sua relação. A solidão, o passado e o incerto futuro norteiam e desnorteiam as mentes dos dois personagens

10169448_10203990052860578_5779000192941587817_n

ESSA PROPRIEDADE ESTÁ CONDENADA – Retrata a estória de Willie, uma menina de 13 anos envelhecida pelo tempo. Em um de seus devaneios ela encontra Tom, um garoto um pouco mais velho com quem compartilha sua infância de perdas, lembranças da irmã, sua realidade de ilusões e o ser mulher. O garoto e a menina se envolvem entre brincadeiras, esperanças e medos de Willie que trilha um caminho sem volta com um destino cruel que sempre a vai levando de volta para “casa” no fim do dia.

10314746_10203990096141660_9078471923434952923_n

E  CONTAR TRISTES HISTÓRIAS DAS MORTES DAS BONECAS- Uma noite pode vir acompanhada de reviravoltas imprevisíveis. Depois de um papo leve em um reconhecido bar da cidade, Candy, um rapaz de meia idade, sorriso fácil e uma delicadeza que denota algo a mais sobre sua vida íntima, se encaminha para seu apartamento no bairro francês com uma novidade: a companhia de uma figura marcada numa cidade costeira, Carlos, um marinheiro jovem, de um olhar distinto cuja tradução navega entre a ingenuidade e a malícia. Em seu habitat, Candy despoja-se de qualquer discrição e deságua em devaneios sobre seu passado e sobre suas conquistas com um único objetivo, capturar o interesse de Carlos e sua atenção. Em um jogo onde a atração e a repulsa ditam o ritmo, o casal inicia um ritual de sedução onde dominador e dominado se confundem permanentemente até o fim da trama.

Estas peças inéditas de apenas um ato cada, nos revela o lado mais sútil do dramaturgo que incendiou a Broadway e o teatro americano.

O espetáculo é realizado de forma experimental, tendo a plateia bem junto dos atores, por isso temos um número limitado de pessoas, apenas 45 por sessão. Com tempo estimado de aproximadamente 60 minutos.

 

Serviço:

Local : Teatro Ednaldo do Egypto.

Dias: 16 e 17 de maio (sexta e sábado)

Horário : 20h

Ingressos: R$ 20,00 (inteira) e R$ 10,00 (estudante e promocional antecipado)

Informações: (83) 8885- 6586

 

Ficha Técnica:

 

Elenco: Hérmany Menezes, Roseanny Palmeira, Adriano Campos, Luana Canella, Ed Gonchá, Raphael Porto.

Dramaturgia – Tennessee Williams

Encenação  – Tony Silva

Plano de Luz e Iluminação – Giuliano Barreto

Sonoplastia – Matheus Mendes

Cenografia e Realização – Cia. De Teatro Argonautas