Ensemble Classica Trio atento ao mercado brasileiro

0
1845
Rose Lucena com os músicos italianos do Ensemble Classica Trio - Imagem: Acervo pessoal de Rose Lucena / Divulgação

por Rose Lucena

No último dia 28 de janeiro, tive a honra de participar de um concerto do Ensemble Classica Trio, a convite do Maestro Pucci, composto por músicos  italianos, extremamente experientes e do mais alto nível musical internacional.

O trio é basicamente formado por três grandes músicos em sua formação mais “simplória” – Maestro Romano Pucci – ex primo-flautista do maior teatro do mundo, “Teatro alla Scala de Milão” -,  Maestro Fabio Spruzzola – violão clássico, líder e arranjador -,  e pelo Maestro Ivano Brambilla  – clarinete e bandolim. Ele pode se transformar em uma Orquestra, dependendo do tamanho do evento proposto, com cantores líricos ou não  e com um repertório bem à italiana, que parte desde uma bela “Tarantella”  às mais belas óperas de renome internacional.

image1

Na ocasião, os músicos gravaram um DVD promocional a ser divulgado no Japão, país este, ao qual logo retornarão para uma nova tournée ainda este ano. Por esse motivo, a presença imponente e graciosa da voz do barítono japonês, Kamie Hayato, que elevou ainda mais a apresentação, propondo ao público um repertório vário e digno de bis. Em especial, para a nossa coluna do Direto da Itália, “O Sole Mio”, típica canção em dialeto napolitano, que já foi interpretada pelos maiores cantores do mundo e traduzida em várias línguas. Tudo harmoniosamente pensado para divertir o público presente e levar aquele toque de nostalgia com muito equilíbrio. Um primor! Só estando presente para entender de fato e verdade a maestria da apresentação em si.

image3

Ensemble Classica Trio traz, em sua trajetória artística, a experiência de músicos extremamente comprometidos e do mais alto nível profissional da música italiana. O Ensemble já se fez presente em grandes eventos pela Europa, Extremo Oriente, América Central e até mesmo nos Estados Unidos, focando, hoje, no mercado sul-americano e, por que não dizer,  Brasil? Sim, os músicos que também são apaixonados por nossa música e cultura brasileira, fizeram questão de enaltecer grandes nomes, tais como: Vinícius de Moraes e Antonio Carlos Jobim, compositores esses, presentes nos maiores conservatórios do mundo.

Os maestros, em 2000 – 2001, estiveram na América Central, precisamente no Caribe, onde foram patrocinados, nada mais nada menos do que pela  revista Amadeus; em 2004, fizeram uma tournée com um repertório de música barroca chegando a participar do Festival Barroco Internacional de Viterbo. Em 2007, 2010 e 2013 foram ao Japão, país este, ao qual retornarão em breve. Ainda, foram os únicos a terem a honra – concedida pelo Ministério de Bens Culturais -, de promover um concerto público na sala que abriga “i Bronze di Riace”, no Museu Nacional de Reggio da Calabria, algo inédito na história. Colaboraram inúmeras vezes com cantores e bailarinos do “Teatro alla Scala de Milão” e hoje focam ainda mais forte no mercado internacional.

Recentemente, o trio lançou um CD intitulado “Intorno al Mediterraneo” e foi justamente sentindo os acordes que saem da beleza que envolve tamanha obra que escrevi este texto. Não há explicação, não há palavras que possam descrever o bandolim que traz aquele toque siciliano, os acordes do violão clássico e a doçura da flauta daquele que é reconhecido pela imprensa internacional como tendo “A flauta mágica”.

Já diz a Bíblia que a “música liberta”. E o que falar da música executada com excelência?

Alla prossima!

 

SHARE
Artigo anteriorFergie, Ivete Sangalo e 5 Seconds Of Summer são confirmadas no Rock in Rio
Próximo artigoPesquisa revela que (9) em cada (10) viajantes de cruzeiros querem repetir experiência
Rose Lucena
Rose Lucena é paraibana, natural de João Pessoa, formada em Produção Publicitária pela Fatec-PB. É especialista em Marketing Empresarial, tendo sua carreira iniciada com a realização de um Projeto de Turismo Pedagógico Exploradores do Saber para uma das maiores empresas de receptivo no Brasil. O projeto, voltado exclusivamente para a rede educacional avaliado como uma das maiores iniciativas na área do turismo pedagógico. Técnica em Turismo e amante da História, Arte e Cultura, relatou uma de suas experiências para a revista Travel Ace Brasil, a convite do Diretor de Social Media Marketing da empresa no ano de 2010. Em 2012, mudou-se para Milão, Itália, onde iniciou a cursar Fashion Communication, que a possibilitou participar de eventos internacionais como o maior evento mundial de moda, o Milano Fashion Week. Curiosa por natureza, aventura-se em descobrir além do trivial e não dispensa uma boa viagem. Há anos atua no turismo como Blogger - desde sua formação como Técnica do Turismo -, onde conta suas experiências e coberturas de eventos aos seus leitores. Casada com o turismólogo Marco Lambertini, fluente em língua inglesa, italiana e alemã, convida todos a mergulharem em suas aventuras pelo continente europeu.