Encontros discutem implantação de cicloturismo em Garibaldi (RS)

0
188
Reunião de Cicloturismo - Imagem: Alexandra Ungaratto / Divulgação

Incentivar o uso da bicicleta em passeios e fomentar as vantagens do cicloturismo em Garibaldi é uma preocupação que vem ganhando cada vez mais espaço. Nesse sentido, encontros foram realizados recentemente na Prefeitura Municipal. A última reunião ocorreu nesta terça-feira, dia (11) de julho.

O objetivo é debater formas de incentivar e viabilizar o uso da bicicleta, reunindo comunidade local e visitantes com passeios que, a princípio, sairiam da Praça Loureiro da Silva. A ideia é possibilitar dois trajetos, um de nível fácil e outro de nível difícil.

O cicloturismo, além de ser uma atividade física e preservar o meio ambiente por usar um meio de transporte sustentável, ainda possibilita a descoberta dos locais de passeio de forma diferenciada. O secretário de Turismo e Cultura, Paulo Salvi, salienta que o Poder Público precisa estar atento às tendências e há algum tempo a Secretaria vem alimentando esta possibilidade. “Queremos transformar a nossa cidade em mais um destino da prática deste esporte saudável e que propicia belíssimas paisagens passando pelos roteiros enoturísticos”.

O grupo definiu um primeiro roteiro, para avaliar as possibilidades de execução.  Será no dia (14) de outubro, durante a Fenachamp, com o intuito de que os visitantes permaneçam por mais tempo em Garibaldi. Também ficou definido que a Secretaria irá analisar, a partir de 2018, a contratação de consultores, seguindo padrões de cidades referência na área.

Setor público e entidades ligadas ao esporte participaram dos encontros: secretário de Turismo e Cultura, Paulo Salvi; turismóloga Melina Casagrande; secretário de Esportes e Lazer, Wolnei Caio;  vereador Jean Marcus Frighetto;  presidente do Conselho Municipal de Turismo (Comtur) César Nicolini; guia de turismo, Fernando Martelli;  e os representantes da Associação Garibaldense de Ciclismo (Agaci), Eduardo Putton, Júlio César Piccoli, Maico Sartori e Gabriel Giordani.

Ascom Garibaldi / Setur