Embratur mobiliza legislativo em favor da aprovação de demandas do Turismo

0
51
Presidente da Embratur, Vinicius Lummertz, discursa em café da manhã entre Fornatur e parlamentares, na Câmara dos Deputados

Durante café da manhã promovido com membros do Fornatur, presidente do Instituto pede apoio a parlamentares para a aprovação do projeto de transformação da Embratur e nova Lei Geral do Turismo

O presidente da Embratur (Instituto Brasileiro de Turismo), Vinicius Lummertz, fez nesta quarta-feira (18) um apelo a deputados e senadores no sentido de se empenharem pela aprovação da transformação do Instituto em serviço social autônomo, bem como pela nova Lei Geral do Turismo e pela abertura de capital das empresas de transporte aéreo. Os projetos propondo essas importantes mudanças para o desenvolvimento do turismo devem ser votados na Câmara dos Deputados nas próximas semanas. No encontro, todos os 60 parlamentares presentes quanto os 27 secretários estaduais de turismo (que compõem o Fornatur) garantiram apoio. O presidente da Frente Parlamentar Mista em Defesa do Turismo (FrenTur), deputado federal Herculano Passos (PSD-SP), afirmou que, em conversa com o presidente da Casa, Rodrigo Maia, a votação do PL 2724/2015 (que reúne as três propostas) poderá entrar na pauta de votação já na próxima quarta-feira (25).

O presidente Lummertz reforçou a importância do trabalho conjunto entre Ministério do Turismo, Congresso Nacional e o Instituto, para diminuir a distância entre a realidade e as possibilidades do setor: “Propomos uma reorganização do turismo e do Brasil. A mudança que podemos promover – que acarreta em geração de emprego, renda e aumento da produtividade do setor – está em nossas mãos. Queremos trabalhar as propostas econômicas como políticas e consolidar o turismo na agenda política, transição que já está em andamento com o apoio do Legislativo”.

Segundo ele, o Brasil precisa se abrir mais para garantir mais investimentos de capital estrangeiro. “Precisamos desmontar os juros excessivos cobrados aos empreendedores brasileiros. E, com a garantia de uma Embratur mais aberta e fortalecida, teremos condições para transformar e modernizar nosso País, e dar mais chances de desenvolvimento ao povo brasileiro”, disse Vinicius Lummertz.

Para o deputado Herculano Passos, a articulação entre representantes governamentais e parlamentares está no caminho certo do esforço para as mudanças necessárias do setor de turismo no Brasil. “Apresentei regime de urgência para aprovação da Lei Geral do Turismo, onde enquadra a transformação da Embratur em agência. Quando temos mais recursos, podemos investir e atrair mais turistas internacionais. Com a aprovação, o projeto e seus apensados serão levados direto para o Plenário sem ter que passar por comissões. Com isso, aceleramos a tramitação e resolvemos essas questões fundamentais para o turismo num tempo muito menor”, explicou Herculano.

Já o presidente do Fornatur e secretário de Turismo, Esportes e Lazer de Pernambuco, Felipe Carreras, reforçou o pedido de apoio dos deputados às mudanças na Embratur e destacou a importância de um marco regulatório favorável à aprovação de cassinos nos destinos brasileiros. “Em todo o mundo, 90% dos países preferem legalizar do que torná-lo informal. A regulamentação será benéfica para a atração de muito investimento, geração de empregos, impostos e, claro, milhões de turistas, internos e do exterior, que verão no Brasil uma nova atração além daquelas já conhecidas”, disse.

Além dos secretários de Turismo que compõem o Fornatur e os deputados de diversos partidos e estados, também estiveram presentes o presidente da CNC,  e presidente do Conselho Empresarial de Turismo e Hospitalidade da CNC, Alexandre Sampaio.

Embratur