Diretor executivo da Expotour Católica coordenará oficina de turismo religioso na Romaria Nacional dos Profissionais do Turismo à Aparecida

0
210
Diretor executivo da Expotour Católica, Manoel Sidnésio - Imagem: Divulgação

O diretor executivo da Expotour Católica, Manoel Sidnésio, será o coordenador da I Oficina de Turismo Religioso, que se realizará durante a 4ª Romaria Nacional dos Profissionais do Turismo à Aparecida, que será realizada de (22) a (24) de setembro, em Aparecida, no Vale do Paraíba (SP). A oficina é uma iniciativa da Romaria Nacional dos Profissionais do Turismo.

A oficina acontece no dia (23)  de setembro, das 11hs às 12hs30. O tema será “Turismo Religioso, Crescimento e Desafios”. De acordo com Manoel Sidnesio, participarão da oficina como palestrantes, o jornalista  Amadeu Castanho de SP, o professor Rafael Moraes do Rio de Janeiro, as guias de turismo, Fátima Midões, presidente da Associação dos Guias do circuito de turismo religioso – Agctur e Zenilda Cunha do turismo religioso de Aparecida. Serão feitos inicialmente perguntas a cada membro da mesa, dentro da experiência de cada um na área do turismo religioso. Manoel Sidnésio abrirá a oficina e abordará o desafio geral do turismo religioso dentro da perspectiva nacional.

O objetivo da oficina é mostrar que o turismo religioso vem crescendo, mas existem desafios ainda que devem ter um olhar mais atento, dando prioridade ao profissionalismo, a sustentabilidade, mostrar que o turismo religioso não se faz somente com as festas de padroeira e eventos, mas é todo um trabalho, lembrou Sidnésio . O turismo religioso se faz por meio da fé do povo, enfatizou Manoel Sidnésio. O segmento tem uma espiritualidade e as empresas tem que enxergar isso, explicou. Ele enfatizou que também citará exemplos de cidades, onde já existem leis, que cuidam do turismo religioso, a exemplo de Natal.  A oficina é aberta para todos que fazem o trade turístico, como guias, turismólogos, sacerdotes, operadores, hoteleiros, inclusive leigos que queiram participar e a própria igreja. O turismo religioso deve ser preocupação de todos, finalizou.

Assessoria