por Katiana Ramos

Música, teatro, dança e artes circenses para comemorar o Dia Nacional da Cultura animaram o público que visitou o Centro Histórico da Capital neste domingo (5). As atrações aconteceram nos principais pontos turísticos da cidade e agradaram crianças, jovens e adultos.

O evento foi promovido pela Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP), por meio da por meio da gestão e planejamento de eventos e Fundação Cultural (Funjope).  Na programação deste domingo teve espaço para a arte circense ao ar livre na Praça da Independência. A trupe Engenho Imaginário apresentou o espetáculo ‘Picadeiro Imaginário’, ganhando a atenção dos pequenos com as trapalhadas dos palhaços e músicas infantis. A dona de casa Maria Rita Pereira revelou que a praça é o local preferido das filhas para brincar ao ar livre. Na tarde deste domingo (5), o passeio foi mais animado e contou com a presença dos primos.

“Sempre trago elas aqui para brincar porque é bem arborizado, não tem perigo de brincar na bicicleta, correr. Com esse teatro de hoje foi melhor ainda”, destacou a dona de casa.

Para quem gosta de artes plásticas, a programação do Dia Nacional da Cultura começou com a exposição ‘Expansão’, do artista visual Martinho Patrício, no Casarão 34, além de mostras no Centro Cultural Casa da Pólvora. Neste último local, o projeto ‘Pólvora Cultural’ foi especial com a dança do grupo ‘Maracatu Pé de Elefante’ e ainda com o som das bandas Rieg e Primeira Estrada.

As amigas Rosa Amélia e Talita Barbosa estavam entre os que prestigiaram o Pólvora Cultural e aproveitaram para conhecer o novo ponto de cultura da cidade. “Ainda não tinha vindo aqui depois da reforma e achei maravilhoso. Esse tipo de evento é bom para estimular a cultura na cidade, principalmente no Centro Histórico”, disse Talita Barbosa.

No Parque da Lagoa, que tradicionalmente já é um ponto de encontro dos pessoenses e visitantes da cidade aos finais de semana, as atrações se estenderam até a noite, também com grupos de música, teatro e dança. Entre os participantes que animaram a tarde estava o grupo Ciranda do Sol, que convidou o público a participar do espetáculo da cultura popular.

“Foi muito bom a Prefeitura ter dado espaço para nós que fazemos cultura popular e lutamos para manter a tradição de danças como a ciranda, que faz parte do nosso folclore, da nossa história”, comentou a cirandeira Jacinta de Lourdes das Graças.

A programação no Parque da Lagoa contou ainda com o grupo Coco de Roda Novo Quilombo, Show de Palhaços da Cia Arretado e do espetáculo ‘Somos Guerreiros e Jamais Fugimos da Guerra’, da Cia de Dança Harmonia do Swing e show com o rapper Pertnaz. Além da dança e da música, o cinema também teve espaço na celebração da cultura, com exibição de filmes no Parque da Lagoa e também no Hotel Globo.

Secom JP