Dia Mundial de Limpeza de Rios e Praias acontece em Barra de Mamanguape nesta sexta (23)

0
335
Barra de Mamanguape, Rio Tinto (PB) - Imagem: O Concierge
Barra de Mamanguape, Litoral Norte da Paraíba – Foto: O Concierge

Alessandra Lontra – Repórter do O Concierge

O Dia Mundial de Limpeza de Rios e Praias 2016 é realizado sempre no terceiro sábado de setembro, mas em Barra de Mamanguape, Rio Tinto – PB, o dia escolhido foi a sexta (23). A iniciativa é da Fundação Mamíferos Aquáticos (FMA) que tem uma base na mesma praia.

A Fundação já realiza um trabalho na APA e ARIE da Barra do Rio Mamanguape em prol da conservação do peixe-boi-marinho, do desenvolvimento comunitário e da valorização das culturas tradicionais litorâneas.

“O objetivo da ação é a conservação das praias e rios como desenvolvimento socioambiental. Essa atividade ocorre todo ano e tem um destaque maior nesta época, em razão das comemorações do Dia Mundial de Limpeza de Rios e Praias”, disse Vanessa Rebelo, Médica Veterinária da Fundação.

A ação é realizada em parceria com o ICMBio, Município de Rio Tinto, comunidades locais de Barra de Mamanguape, Lagoa de Praia, praia de Campina, Tanques entre outras, e também com os comerciantes de Rio Tinto.

Educação ambiental com a participação das crianças - Foto: Divulgação
Educação ambiental com a participação das crianças – Foto: Divulgação

As atividades terão início na base da Fundação Mamíferos Aquáticos (FMA), situada na rua principal de Barra de Mamanguape s/n. Lá, a equipe da Fundação se reunirá com os participantes e os componentes farão palestras e roda de conversa com as crianças das escolas, com a comunidade local e com os colaboradores.

Coleta dos resíduos sólidos - Barra de Mamanguape - Foto: Divulgação
Coleta dos resíduos sólidos – Barra de Mamanguape – Foto: Divulgação

Após a atividade de conscientização ambiental marinha, todos serão convidados a percorrer a praia de Barra de Mamanguape para a coleta de resíduos sólidos, quando durante o percurso, os membros da coordenação da ação mostrarão, “in loco”, a importância da preservação dos nossos mares, rios e mangues. À tarde será feita a separação dos resíduos, ocasião em que será ressaltada a importância da coleta seletiva e do descarte correto.

Confira a Programação Completa:

14374641_1188394567849153_1407436513_o

O Brasil tem a maior costa litorânea do mundo e estudos apontam que se continuarmos a degradar o meio ambiente, poderemos ter mais plástico que peixes em 2050. Os estudos apontam, também,  que 95% de toda a vida marinha  ainda é desconhecida por nós, seres humanos. O fato é que estamos acabando com ela antes mesmo de conhecê-la – por conta da poluição e da absorção do dióxido de carbono pelas águas dos mares, e que os oceanos estão 30% mais ácidos do que antes. Pois é, são esses e outros motivos que levaram a Fundação Mamíferos Aquáticos (FMA) a refletir e a participar dessa ação que acontece no mundo todo e, ainda, conscientizar as crianças e a comunidade local sobre a importância da preservação ambiental.

O Dia Mundial de Limpeza de Rios e Praias surgiu quando um australiano de nome Lan Kiernan resolveu fazer uma volta ao mundo de barco e viu a quantidade de “lixo” nos oceanos. Quando voltou, contou para os amigos o que viu e, então, fizeram um mutirão de limpeza.

A ação ganhou força quando os Estados Unidos começaram a participar do programa que  hoje é um programa internacional de educação ambiental com 156 países participantes, anualmente. O evento é apoiado pela Organização das Nações Unidas (ONU), por meio do Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (PNUMA). O Dia Mundial de Limpeza de Praias e Rios é conhecido no mundo inteiro como International Coastal Clean. Up (ICC) mobiliza mais de 40 milhões de voluntários em todo o mundo, com o objetivo de recolher, analisar e catalogar o lixo.

*Com informações da Fundação Mamíferos Aquáticos (FMA)

Fotos: O Concierge