Cresce em 6% número de turistas que viajam pelo mundo

0
49
divulgação

Prévia do estudo é apresentada no 25º Fórum do Instituto de Pesquisa IPK Internacional

O IPK Internacional, um dos mais respeitados institutos de pesquisa em turismo no mundo, divulgou, durante o 25º Fórum do Instituto de Pesquisa IPK Internacional, uma amostra do resultado do World Travel Monitor, revelando que houve um aumento de 6% no número de turistas viajando pelo mundo nos oito primeiros meses de 2017. O Fórum ocorreu nesta quinta (9) e sexta-feira (10), em Pisa, na Itália

Ao apresentar os números, o CEO da consultoria de turismo do IPK International, Rolf Freitag, destacou que, apesar dos diversos ataques terroristas em alguns países, o volume de viagens turísticas ao redor do mundo não foi afetado. Segundo ele, a indústria global de viagens continua em um caminho de crescimento. “O que houve foi uma mudança nos destinos mais seguros em vez de parar de viajar completamente”, explica.

World Travel Monitor é uma pesquisa anual que monitora o volume de saídas para viagens e o comportamento dos turistas nos principais mercados do mundo, cobrindo mais de 90% da demanda mundial. O resultado final da pesquisa será divulgado na ITB Berlin, em março de 2018.

Em Pisa, o IPK International ainda previu que 2018 será mais um ano com taxas de crescimento ainda mais positivas em relação às viagens de ida e volta ao redor do mundo. As previsões são baseadas noIPK Global Travel Trust Index, que é compilado anualmente com base nas opiniões dos participantes da pesquisa sobre suas intenções de viagem para os próximos 12 meses.

“Esses resultados são muito bons para o Brasil e corrobora os últimos dados da Organização Mundial do Turismo, muito próximos do que o IPK apresentou”, informou o assessor de Gestão Estratégica da Embratur, Rafael Felismino, que participou do Fórum juntamente com o coordenador-geral de Relações Públicas e Assessoria de Imprensa do Instituto, Guilherme Miranda. De acordo com a OMT, a chegada de turistas estrangeiros aos destinos de todo o mundo foi de 901 milhões entre janeiro e agosto deste ano, 7% a mais que no mesmo período de 2016.

Já Guilherme Miranda acredita que as tendências e os números trazidos em primeira mão pelo IPK serão cruciais para o desenho das estratégias da Embratur. “E chegaram a tempo de contribuir para o que se delineia para os períodos seguintes, em termos de ações por mercado”.

Na edição 2017 do 25º Fórum do Instituto de Pesquisa IPK Internacional, foram discutidos, ainda, temas como: o recente fenômeno do “overtourism” e hostilidade contra turistas, a potência do mercado emissivo chinês, novas tecnologias e turismo, pesquisa e data base aplicado a marketing.

Embratur