O Festival Internacional de Música de Campina Grande é uma realização da Universidade Federal de Campina Grande, Universidade Estadual da Paraíba, Fundação Parque Tecnológico da Paraíba e Associação dos Amigos do Festival Internacional de Música de Campina Grande. O evento acontece entre os dias 21 e 26 de julho, dentro das comemorações do sesquicentenário da Rainha da Borborema.

2820078Como nas edições anteriores, este ano o Festival recebe convidados do Brasil, dos Estados Unidos  e da França, artistas e grupos renomados, incluindo o duo Malú Mestrinho e Marcelo Fernandes, o Quinta Essentia Quarteto de Flautas, o University of Central Oklahoma Concert Chorale, o Quinteto de Metais do Conservatório de Tatuí e a Orquestra Sinfônica da UFRN. A soprano Julie Cassie (França) apresentar á um recital temático com canções francesas, enquanto o barítono Robert Glaubitz (EUA) interpretará lieder e canções norteamericanas. O clarinetista Joel Barbosa vem falar sobre o ensino de música nas bandas, apresentando aos alunos seu famoso método Da Capo. A programação homenageará o sesquicentenário de Campina Grande e os compositores Alberto Nepomuceno (1864-1920) e César Guerra-Peixe (1914-1993). O prêmio Radegundis Feitosa será outorgado a José Antônio Rezende de Almeida Prado (1943-2010) por sua contribuição à música brasileira. Para recebê-lo, convidamos a pianista Helenice Audi e a violinista Constanza Moreno, respectivamente, viúva e filha do homenageado. Na programação dos cursos, que são abertos aos estudantes de música e profissionais, duas novidades: Teatro musical, que será ministrado pela norte-americana Jena Nelson, e Introdução à Regência Orquestral, ministrado pelo baiano José Maurício Valle Brandão.

O Festival acolherá alunos de várias regiões e do exterior, a exemplo dos estudantes da University of Central Oklahoma, que vêm pela primeira vez ao Brasil com o objetivo de participar das aulas e concertos que serão realizados em Campina Grande (no Teatro Municipal, no Mosteiro Santa Clara e na Primeira Igreja Batista) e na cidade de Remígio. Na abertura do evento ocorrerá a estreia da Paixão Segundo Alcaçus, do compositor Danilo Guanais, obra para solistas, coro e orquestra, que será interpretada pelos convidados do Festival e a Orquestra Sinfônica da Universidade  Federal do Rio Grande do Norte, sob a regência do maestro André Muniz Oliveira.

 Novamente, graças ao trabalho conjunto de diversas instituições públicas e privadas, Campina Grande se transformará, no mês de julho, no centro musical  da Paraíba e do nordeste   . Sintam-se, portanto, convidados e sejam todos bem-vindos ao V Festival Internacional de Música de Campina Grande.

http://www.fimus.art.br/index.php?q=o-festival