O grupo de chorinho Luar do Sertão e a Orquestra Gafieira Muderna se apresentam nesta sexta-feira (21), a partir das 18h30, no anfiteatro da Estação Cabo Branco – Ciência, Cultura e Artes, no Altiplano. A apresentação está inserida na programação da Semana do Músico que teve início na última terça-feira (18). A entrada é aberta ao público.

O grupo Luar do Sertão é conhecido pelos amantes do chorinho e está há 17 anos ininterruptos na estrada consolidados na divulgação de seu som e pelo cenário musical paraibano. O repertório que será apresentado tem composições de Vinicius de Moraes e Waldir Azevedo.

“Esperamos um resultado positivo da nossa apresentação, pois já somos consagrados tanto na Estação como no Hotel Tambaú. O público sempre nos recebe com muito carinho e alegria e devido a isso, fazemos o melhor para que a apresentação seja agradável e bem bacana”, disse o coordenador Juracy Régis de Lucena.

Os músicos que integram o grupo são: Penha Franco (vocal), Lua do Pandeiro, Gilberto Santos de Lucena (cavaquinho), Mário Justiniano Rodrigues (bandolim), Jerônimo Pedro Florentino (violão de sete cordas) e Juracy Régis de Lucena (coordenador).

O choro é um gênero criado a partir da mistura de elementos das danças de salão europeias (como o schottisch, a valsa, o minueto e, especialmente, a polca) e da música popular portuguesa, com influências da música africana.

A partir das 19h30, o maestro Rogério Borges irá reger a Orquestra Gafieira Muderna, que vem desenvolvendo um trabalho de resgate do samba de gafieira, tradicional nos clubes do Rio de Janeiro, como a Gafieira Estudantina, localizada na Praça Tiradentes, centro do Rio.

A orquestra gafieira Muderna foi formada em 2013, e é composta de 13 músicos, sendo dois cantores, (sax Alto e flauta), Issac Santo, (Sax Tenor) Junior Francisco, (Sax Baritono) Dell Dias, (Trompetes) Jose Eudes e Givanildo Sena, (Trombone) Daniel, (Violão) Rafael Fernandes, (Teclado) Marcelo Souza, (Contra Baixo) Italo Artur, (Bateria) Marcelo Lucena, (Percussão) Chiquinho Mino, (Vocais) Lulinha e Michelle, e (Arranjos e Regência maestro) Rogério Borges.

“O Show é um apanhado de musicas conhecidas do grande publico como “Não deixe o samba morrer” imortalizado na voz da sambista Alcione, “Disritmia” de Martinho da Vila, “Flor de Lis” e “Fato consumado” de Djavan, dentre outros compositores”, disse o Maestro Rogério Borges.

Projeto – O projeto foi criado há quatro anos e surgiu da necessidade de prestar uma homenagem a todos os músicos com uma semana inteira de shows e workshops. É coordenado pelo setor de eventos da casa. A edição deste ano foi aberta na última terça-feira (18), com show da Orquestra Sinfônica Balaio Nordeste (OSBN), com show “Nordeste canta a Paraíba”, e a banda Oxente Groove.

O chefe do Setor de Eventos, Rivaldo Dias, comentou que este é um evento consolidado e que tem agenda certa na Estação Cabo Branco. “A Semana também é uma forma de unir os músicos da cidade para um congraçamento e, ao mesmo tempo, troca de ideias, criações, intercâmbio e experiências musicais e artísticas”, comentou.

SERVIÇO:

SEMANA DO MÚSICO

Atrações: Luar do Sertão e Orquestra Sinfônica Muderna

Sexta-feira (21)

Hora: 18h30

Local: Anfiteatro da Estação Cabo Branco

Entrada gratuita

Informações: 3214.8303 – 3214.8270

www.joaopessoa.pb.gov.br/estacaocabobranco

Twitter: @estacaocb

Face: https://www.facebook.com/estacao.cabobranco

Imagem: Reprodução