Cidade receberá mais de 600 profissionais de 50 países para evento captado com o apoio da Embratur

O exuberante cenário de Bonito, no Mato Grosso do Sul, será o palco da oitava edição da ESTC14 (sigla em inglês da Conferência Mundial de Ecoturismo e Turismo Sustentável), que acontece entre os dias 25 e 30 de abril. O evento, o mais importante do segmento, deverá reunir mais de 600 profissionais de 50 países e contará com apoio da Embratur (Instituto Brasileiro de Turismo). “Sediar o evento é uma oportunidade ímpar para firmar o Brasil como país referência em Ecoturismo. Privilegiado pela extensão territorial e variedade de biomas, o País oferece inúmeras opções de lazer em cenários naturais que contemplam as cinco regiões”, destacou o presidente em exercício da Embratur, Vicente Neto.

O ecoturismo é o segmento turístico que mais cresce no mundo, com taxas entre 15% e 25% ao ano, segundo a Organização Mundial do Turismo (OMT). Segundo o Fórum Econômico Mundial, o Brasil é apontado como o primeiro do ranking em belezas naturais, entre 140 países.

O último levantamento do Ministério do Turismo (MTur), com turistas estrangeiros, revela que 24% dos visitantes internacionais que vêm ao Brasil estão em busca de atividades junto à natureza. Outro estudo do MTur, em parceria com a Associação Brasileira de Empresas de Ecoturismo e Turismo de Aventura (Abeta), de 2010, mostra ainda a importância do setor, com o registro de cerca de duas mil empresas operando neste segmento de turismo no Brasil e gerando entre 11 mil a 18 mil empregos.

Reconhecendo a importância do segmento na inserção do país como destino turístico competitivo no mercado mundial, ao longo dos últimos anos, a Embratur tem promovido uma série de ações para consolidar o Brasil como referência no segmento. “No ano de 2013, foram realizados Roadshows e participação em eventos segmentados internacionais, como a ATWS e a ESTC. Neste último, obtivemos sucesso na captação de evento e, pela primeira vez, será realizado no Brasil”, ressaltou Neto.

O anúncio da escolha da cidade foi feito em abril do ano passado, durante uma coletiva de imprensa na WTM (World Travel Marketing) Latin América. “A captação da conferência por Bonito ocorreu após uma acirrada disputa com oito outros destinos internacionais, que teve como concorrente final Quito, no Equador”, lembrou o presidente em exercício.

APOIO À CAPTAÇÃO

Com o Programa de Apoio à Captação e ou Promoção de Eventos Internacionais, a Embratur apoia órgãos públicos e entidades sem fins lucrativos na captação de eventos já consolidados, com abrangência internacional e que estejam, no mínimo, em sua terceira edição. O auxílio à captação consiste em apoio à candidatura do país (e à cidade) na fase da disputa para ser a sede. Os temas podem ser técnico-científicos ou esportivos, lembrando que é necessário que o evento já tenha ocorrido em outros dois países que não o Brasil.

E assim aconteceu com o ESTC14. “Foram diversas etapas durante o processo para a conquista do evento, que contaram com apoio permanente da Embratur, começando pela apresentação da cidade como sede, passando pela visita técnica ao destino e por fim, a participação do Brasil na Conferência em setembro de 2013, em Nairobi, capital queniana”, disse. Ainda segundo Neto, a Embratur aproveitou a ocasião para promover e divulgar os destinos turísticos brasileiros para os profissionais do trade turístico internacional que estiveram na África.

A partir da edição no Brasil, a ESTC se tornará um evento credenciado pela ICCA (International Congress and Convention Association), entidade que contabiliza os eventos em todo o mundo e divulga anualmente um ranking sobre o segmento. “Atualmente o Brasil está entre os 10 países que mais sediam eventos internacionais, segundo a entidade. Em 2012, foram cerca de 350 eventos internacionais, o que representa um crescimento de 15% em relação ao ano anterior”, finalizou Vicente Neto.

Embratur