Banda Mafiota apresenta show “Do Artesanal à Maloca” na edição de julho do Cambada

0
94
Banda Mafiota - Imagem: Divulgação

Um som que se inicia no rock e toma rumos como funk, samba, reggae, e MPB somado a um sotaque paraibano e letras que beiram o dramatismo do brega. Com a mistura desses elementos, a Mafiota vibra em forma de poesia, esbanja malemolência no palco e é a atração de julho do Projeto Cambada, trazendo o show “Do Artesanal à Maloca”. A apresentação acontece na sexta-feira (21), às 21h, na Sala de Concertos Maestro José Siqueira. O ingresso custa R$ 10 (inteira) e R$ 5 (meia entrada) e a bilheteria abre com uma hora de antecedência.

Formada em Julho de 2007, a Mafiota está completando 10 anos desde seus primeiros acordes, mas só foi apresentada ao cenário musical paraibano em 2013, com seu primeiro trabalho, o EP “Devassa”, definido por seus integrantes como a personificação de um sentimento, estado que traduz vontade, paixão e desejo de ser.

A banda já participou de eventos importantes para a cena musical de João Pessoa, como o 1º Campus Festival – considerado por muitos como o maior evento universitário do Nordeste (por reunir Música, Gastronomia, Tecnologia, Games, Literatura e Artesanato), Music From Paraíba II (projeto realizado pelo Governo do Estado da Paraíba por meio da Funesc que seleciona anualmente vários artistas para compor uma coletânea de alta representatividade da música local paraibana no exerior), Web FestValda 2016 (maior festival de música independente do Brasil realizado na cidade do Rio de Janeiro). Em 2017 participou do festival Grito Rock João Pessoa e de um dos maiores Blocos Carnavalescos do Brasil, Muriçocas do Miramar.

Atualmente o grupo formado por Geraldo Lima (bateria), Morgana Morais (contrabaixo elétrico), Ucla Botelho Abrantes (guitarra), Teo Filho (trombone), Felipe Gomes (trompete) e Diógenes Ferraz (voz), toma rumos que vão do Funk-Soul até o Brega. A Mafiota entra em estúdio para gravar seu primeiro álbum intitulado, “Malé” nascido como uma confissão da poesia e malemolência que transborda nos shows com seu pop marginal.

Projeto Cambada – O projeto ‘Cambada’ foi lançado em janeiro de 2016, com a ideia inicial de se realizar uma temporada anualmente. Com o nome que faz referência ao coletivo de caranguejos, virou sucesso de público, e a frequência de shows passou a ser mensal. A proposta consiste em realizar uma série de shows onde artistas da terra ou radicados na Paraíba se apresentam com repertório construído com músicas de compositores paraibanos. Além da qualidade das atrações, outro atrativo do projeto é o preço popular, uma forma de estimular o público a consumir e apreciar os artistas locais.

Com a ação, a Funesc pretende oferecer um panorama da produção local à população, ampliando dessa forma o acesso às mais variadas vertentes da música, onde cada artista apresenta, além de seu repertório autoral, músicas de conterrâneos. Os valores dos ingressos – R$ 5 (meia entrada) e R$ 10 (inteira) – são uma forma de estimular o público a conhecer e consumir a música produzida na Paraíba.

Serviço

Projeto Cambada apresenta Mafiota

Estreia do show solo “Do Artesanal à Maloca”
Data: 21 de julho de 2017 (sexta)
Horário: 21h
Local: Sala de Concertos Maestro José Siqueira – Espaço Cultural – R. Abdias Gomes de Almeida, 800 – Tambauzinho, João Pessoa – PB,
Ingressos: R$ 10 (inteiro) e R$ 5 (estudante)*
Realização: Funesc
Informações: 3211-6228

* A venda de ingressos é feita na bilheteria do local do show, começando com uma hora de antecedência.

Ascom Funesc