O Brasil fechou fevereiro com 22,59 milhões de assinantes de banda larga fixa. No segundo mês do ano, o Serviço de Comunicação Multimídia (SCM) estava presente em 34,65% dos domicílios, segundo dados divulgados pela Anatel, nesta segunda-feira, 07/04.

De acordo com o levantamento, o Grupo Telmex -Claro/Embratel/NET – com 6.655.537 milhões de acessos ativos, ou 29,82%, lidera o ranking de provedores, mas perseguido de perto pela Oi, que detém 6.529.164 milhões de acessos ativos, ou 29,03%.

A Telefônica aparece na terceira posição com 4.311.370 milhões de acessos ativos, ou 19,13% . A Vivendi/GVT está na quarta posição com 2.565.777 milhões de acessos ativos, ou 11,55%. A TIM, com o Live TIM aparece 92.575 mil acessos ativos, ou 0,43%.

Na tecnologia de acesso, o xDSL segue liderando com 13.055.293 milhões de acessos ativos, ou 58,12%. O cable modem – tv a cabo – está na segunda posição com 6.707.437 milhões de acessos ativos, ou 30,04%. A fibra óptica é responsável por apenas 699.455 mil acessos ativos, ou 3,20% O Spread Spectrum, transmissão via rádio, fica com 1.098.097 milhões de acessos ativos, ou 5,02%.

As conexões via satélite tiveram 61.485 mil acessos ativos, ou 0,26%. Os acessos LTE ( com Sky) são 24.659 mil ativos, ou 0,12%. Como curiosidade: o WiMAX ainda contabiliza 5.938 mil acessos ativos, ou 0,03%. E a prova que a conexão Internet via rede elétrica não pegou no Brasil: os acessos PLC são apenas 170 no país.

UOL/Anatel