Balé Cidade de Campina Grande se apresenta no Teatro Cacilda Becker, no Rio

0
95
Metal Balé de Campina Grande (PB) - Imagem: Divulgação

A programação leva ao público os espetáculos ‘Metal’ e ‘Frestas, Fôlego e Pele’, além de uma oficina de dança contemporânea

Em curta temporada no Rio de Janeiro, o Balé Cidade de Campina Grande, da Paraíba, se apresenta entre os dias (28) de setembro e (1º) de outubro, no Teatro Cacilda Becker, na Zona Sul da cidade. O público terá oportunidade de assistir a dois espetáculos: Metal, que é a mais recente produção do grupo, e Frestas, Fôlego e Pele. A programação inclui, ainda, a realização da Oficina de Dança Contemporânea, que será ministrada no dia (27), quarta-feira, às 14h, pelo coreógrafo e bailarino Romero Mota.

Frestas, Fôlego e Peletem coreografia de Romero Mota e será apresentado nos dias (28) e (29) de setembro, quinta e sexta, às 20h. A outra montagem, Metal, tem apresentações sábado, dia (30) de setembro, às 20h, e domingo, dia (1º) de outubro, às 19h. A coreografia é de Rafael Gomes. Os ingressos custam R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia-entrada).

Sobre os espetáculos

Frestas, Fôlego e Peletem três palavras-chave que lhe dão sentido: inquietação, estranhamento e reflexão. Na verdade, estes três significados expressam a jornada do coreógrafo Romero Mota nos últimos tempos. Após um período de afastamento, ele retomou a dança para expressar o que tal fase de introspecção lhe trouxe, através do espetáculo para o Balé Cidade de Campina Grande.

Disposto a apostar em um trabalho cada vez menos engessado pelas regras, sejam da dança clássica ou da própria dança contemporânea, terreno que lhe deu reconhecimento, Romero procura, no espetáculo, um espírito modificador das engrenagens da sua dança.

Neste novo processo criativo, contou com jovens bailarinos de diversas idades e formações, para alcançar o que a crise pode trazer de útil à arte: o novo. “Mas um novo sem obrigação. Um novo com o único compromisso que a arte deve ter: a expressão”, afirma o coreógrafo.

Ficha técnica:
Concepção, Direção e Coreografia: Romero Mota
Direção Artística e Produção Executiva: Erasmo Rafael
Intérpretes Criadores: Cas Silva, Daniel Slid, Liu Santos, Marley Lucena e Vagner Gomes
Professor de Ballet Clássico e Contemporâneo: Romero Mota
Professora de Teatro: Regina Albuquerque
Trilha Sonora e Operação de Som: Romero Mota
Projeto de Luz e Iluminação: Napoleão Gutemberg
Assistente de Produção: Fany Veiga

Metalé fruto de uma pesquisa que foi construída em uma atmosfera baseada no figurativo, tendo como base imagens da parte química e cientifica dessas substâncias e na incessante busca humana pela riqueza desses metais, traduzidas no filme Serra Peladae na fotografia de Sebastião Salgado sobre o tema.

Com coreografia de Rafael Gomes, Metal dialoga diretamente com o coletivo e observa o comportamento do mesmo corpo no ambiente solitário. O diretor artístico Erasmo Rafael explica que “no seguimento, transformamos esse corpo no movimento das lavas vulcânicas que traz consigo uma rica composição mineral e também nos acentos da dança do pássaro negro Maleo, que com sua agilidade nas asas depende dessa energia e magnetismo”.

A trilha sonora é composta por ruídos industriais, onde são acentuados a lapidação e o rompimento de correntes afetivas. Também fazem parte da cena temas abordados no cotidiano contemporâneo, como o respeito à mulher, a diversidade e a personalidade.

No figurino, o pensamento de sustentabilidade tem como foco as roupas da década de 70, pesquisada em brechós urbanos, podendo assim manter a originalidade.

Ficha técnica:
Coreografia: Rafael Gomes
Trilha Sonora: Luan Fernandes
Iluminação: Napoleão Gutemberg
Direção de Elenco: Romero Mota
Direção Artística e Produção Executiva: Erasmo Rafael
Elenco:  Cas Silva, Daniel Slid, Jessica Oliveira, Liu Santos, Marina de Freitas, Rebeca Farias, Romero Mota, Marley Lucena e Vagner Gomes.

Balé Cidade de Campina Grande

Além de encantar plateias por onde passa, o Balé Cidade de Campina Grande realiza um trabalho exemplar de formação de público, de pesquisa e debate, preservação da memória da dança em Campina Grande (PB), de produção de eventos sobre essa linguagem artística e projetos sociais de formação artísticas com os projetos “Dança Cidadã”, que oferece aulas de balé clássico para crianças dos 7 aos 11 anos da rede municipal de ensino; e o “Homens na Dança”, que capacita jovens dos 13 aos 30 anos com aulas de balé clássico e dança contemporânea.

Dessa forma, o Balé Cidade de Campina Grande consolida-se como referência também em função de suas atividades extrapalco, um trabalho amplo que enxerga a dança como elemento multifacetado e plural; um exemplo de como a Associação Amigos do Teatro Municipal Severino Cabral encara sua missão Institucional.

Serviço

Temporada: 27 de setembro a 1º de outubro de 2017

27 de setembro – quarta-feira
14h – Oficina de Dança Contemporânea– Romero Mota – PB

28 de setembro – quinta-feira
20h – Espetáculo Frestas, Folêgo e Pele
Coreografia de Romero Mota (PB), Balé Cidade de Campina Grande (PB)

29 de setembro – sexta-feira
20h – Espetáculo Frestas, Fôlego e Pele
Coreografia de Romero Mota (PB), Balé Cidade de Campina Grande (PB)

30 de setembro – sábado
20h – Espetáculo Metal
Coreografia de Rafael Gomes (RJ), Balé Cidade de Campina Grande (PB)

1º de outubro – domingo
19h – Espetáculo Metal
Coreografia de Rafael Gomes (RJ), Balé Cidade de Campina Grande (PB)

Duração: 55 min
Classificação etária: Livre

Ingressos:R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia-entrada)

Teatro Cacilda Becker
Rua do Catete, 338, Largo do Machado – Rio de Janeiro (RJ)
(21) 2265-9933

Ascom Funarte