Avianca Brasil anuncia rota direta e diária de São Paulo para Nova York

0
186
Avianca vai para Nova York saindo de São Paulo - Imagem: Divulgação

A Avianca Brasil anunciou, nesta terça-feira (18), um novo voo para Nova York (JFK) saindo do Aeroporto Internacional de Guarulhos, em São Paulo, que vai começar a operar em dezembro. A informação veio do presidente da empresa, Frederico Pedreira, durante coletiva de imprensa.

Ainda não há detalhes em relação ao horário exato, mas a confirmação é de que será um voo noturno, direto e diário. As vendas abrem em agosto, mês em que também serão abertos detalhes específicos a respeito dos horários dos voos.

A Avianca Brasil já havia ampliado o serviço para quem quer viajar para os EUA, com destino a Flórida, com novos voos diretos e diários entre São Paulo e Miami. Os aviões A330-200, com 238 lugares (sendo 32 na executiva), decolam de Guarulhos às 23h55, aterrissando nos Estados Unidos às 7h25, horário local. No sentido inverso, a saída é às 18h55 (horário local), com chegada às 4h30 (de Brasília).

Nova low-cost da Air France-KLM começa a voar ainda em 2017

Quem também começa a operar até o fim do ano, mas na Europa, é a nova companhia aérea criada pela Air France-KLM. Batizada de Boost, a subsidiária da empresa franco-holandesa, deve começar a voar no último trimestre deste ano.

A nova companhia será uma low-cost, que deverá a ajudar o grupo a se fortalecer no mercado internacional. Numa primeira fase serão realizados apenas voos de média distância, dentro do continente Europeu, com aviões da família A320. A partir do verão europeu de 2018, a empresa deve começar a operar voos de longa distância, com modelos A340 e, a partir de 2019, A350.

Um passo importante para a oficialização da companhia foi dado nesta segunda-feira, quando o Sindicato de Pilotos da Air France indicou que 78% de seus filiados são favoráveis à criação da low-cost. A consulta aos pilotos foi feita entre (20) de junho e (17) de julho. Na última semana, a Air France já havia chegado a um acordo com os membros de tripulação.

A Azul também divulgou uma parceria com a Beijing Capital Airlines para agilizar o processo de voos entre Brasil e China. É um acordo interline, que significa que as empresas passam a vender passagens de maneira conjunta para voos entre os países. Ou seja: será possível comprar pelos canais da Azul (como site ou telefone), uma passagem para Pequim. As duas companhias também pretendem um acordo de compartilhamento de voos (codeshare), ainda em análise pelas autoridades brasileiras e chinesas.

Entre o aeroporto de Viracopos, em Campinas, e a capital chinesa há apenas uma conexão em Lisboa. O primeiro trecho é operado pela Azul, com saídas diárias às 17h, a bordo de um avião A330. Já o trecho da capital portuguesa a Pequim é feito a bordo dos A330 da Beijing Capital, saindo às 10h30 e chegando às 5h55 do dia seguinte (horários locais), às quartas, sextas e domingos.

Na volta, o voo da companhia chinesa sai às 1h10 de quarta, sexta e domingos e chega a Lisboa às 7h30. A viagem continua às 11h50 (horário local) e termina em Campinas às 18h

Outras companhias têm novos voos para Lima, Orlando e Miami

Lima também ficará mais perto do Brasil a partir de 31 de outubro, quando a Latam começará a operar novos voos diretos para a capital peruana saindo do Rio. Serão três frequências semanais, sem escalas: às 20h45 de terças, quintas e sábados, o voo LA2419 decolará do Galeão e pousará em Lima, às 23h (horário local).

Nesses mesmos dias, às 9h15 (horário local), o voo LA2418 sairá do Peru em direção ao Rio, com chegada prevista para as 17h30. A operação será realizada a bordo de aviões A319, para 138 passageiros, sendo 12 lugares na classe Premium Economy. As passagens já podem ser compradas pelos canais de venda da empresa.

A Latam também reforçou recentemente sua oferta de voos do Galeão para os Estados Unidos. Desde o último dia 2, opera três novas frequências semanais para Orlando, saindo do Rio às quartas e sextas 22h50, e aos domingos, às 11h05.

O retorno da Flórida acontece às 22h10 horário local) de quinta, sábado e domingo. Para a operação, que substitui a extinta rota Rio-Nova York, a empresa usará aviões Boeing 767, para 191 passageiros na classe econômica e 30 na executiva.

O Globo