De acordo com dados do Anuário Estatístico 2013 do Observatório Econômico de Turismo de Reuniões da República Argentina, foram realizados no país, durante o referido ano, 4.824 reuniões, das quais 4.203 correspondem a Congressos e Convenções, 505 a Feiras e Exposições e 116 a Eventos Esportivos Internacionais. Segundo Enrique Meyer, ministro de Turismo da Argentina e presidente do Inprotur (Instituto Nacional de Promoção Turística), a maior concentração de eventos se deu durante o segundo semestre (64% dos eventos do ano), sendo setembro o mês com maior número de reuniões (770). Os principais destinos argentinos receptores de eventos são a Cidade de Buenos Aires, com 24%; Córdoba, Mar del Plata, Mendoza, Rosário, Santa Fé, Salta, La Plata, San Miguel de Tucumán e Santiago del Estero.

Estas 10 localidades reúnem quase 68% do total de reuniões realizadas no país. Para o secretário Executivo do Inprotur, Roberto Palais, “conhecer em detalhes o comportamento do segmento permite planificar estrategicamente as ações a serem desenvolvidas para continuar o crescimento federal que o país vem registrando nos 44 destinos preparados para receber todo tipo de evento nacional e internacional”. Nos últimos anos a Argentina conquistou o 2º lugar da região latino-americana como sede de eventos internacionais e está entre os primeiros 20 países do mundo, ocupando a 17ª posição no ranking mundial.

BRASTURIS