Aerolíneas é mais uma que cancela voo para Venezuela

0
53
Voo semanal entre as capitais de Argentina e Venezuela já não aparece mais no sistemas de reservas - Imagem: Divulgação

Por Raphael Silva

Depois de Delta, Iberia e Air France decidirem parar de voar à Venezuela, agora foi a vez de outra aérea seguir o mesmo caminho. Nesta semana, a Aerolíneas Argentinas anunciou que o próximo voo entre Buenos Aires e a capital venezuelana, marcado para o próximo sábado (5) foi cancelado. E, embora não tenha havido um anúncio oficial da suspensão geral das operações no país, já não é possível encontrar voos disponíveis na rota nos sistemas de reservas.

Por meio de um comunicado, a aérea argentina informou as agências de viagens e os sistemas de distribuição GDS que a suspensão do voo no dia (5) foi definida por “medidas de precaução”, e afirmou que a empresa entrará em contato com os passageiros que já têm reservas com destino à Venezuela ou em sentindo contrário.

A Aerolíneas contava com uma conexão semanal, aos sábados, entre os destinos. Antes, a Conviasa, companhia estatal venezuelana, também tinha uma ligação entre Buenos Aires e Caracas, mas a mesma já não opera há meses por falta de equipamento.

Além da aérea argentina, United e Tap já haviam anunciado recentemente que deixariam de voar à Venezuela.

O principal problema alegado pelas companhias aéreas é a falta de comprometimento do governo local para com os acordos pré-definidos. De acordo com o VP da Iata (International Air Transport Association), são mais de US$ 3,8 bilhões em fundos retidos pela gestão governamental. “Aos poucos, a Venezuela está cortando a si própria do resto do mundo”, disse Peter Cerda.

                                                                                                        *Fonte: NewsAvia

                                                                          conteúdo original: http://bit.ly/2uZobnr