Em algum momento de sua vida profissional no mercado de turismo, você já deve ter sido convidado e/ou participado de um famtour. Para nós, profissionais de turismo, é uma forma de especialização onde conhecemos “in loco” os produtos e serviços turísticos que oferecemos aos nossos clientes.

Hoje em dia, em que o mercado brasileiro de turismo está se tornando bem mais competitivo e com um público cada vez mais crescente e mais exigente, empresas de vários segmentos do mercado de turismo investem em viagens de experiências para o desenvolvimento profissional de seus funcionários com o objetivo de prestarem um serviço de melhor qualidade aos seus clientes.

E essas viagens de experiências são denominadas de Famtour (do inglês, Familiarization Tours). É uma forma de promoção que tem como objetivo familiarizar e encantar o distribuidor do produto turístico. É um projeto turístico que consiste em convidar agentes de viagens para uma visita técnica e turística, a fim de que conheçam o local e saibam o que estão oferecendo ao cliente.

O programa é uma forma de treinamento onde os agentes de viagens têm a oportunidade de conhecer os destinos, as suas ofertas técnicas e turísticas, para que tenham mais conhecimento e segurança na hora de indicá-los aos clientes. E como resultado, o aumento da venda do produto turístico pelos participantes do Famtour.

A vivência é muito importante e não existe nada melhor para formar um bom agente de viagens do que a experiência das viagens. O profissional tem outra visão do destino e passa confiança nas informações, e com detalhes, para o cliente. É muito diferente do que pesquisar os destinos pela internet e, os clientes sentem essa diferença.

Assim, de maneira objetiva o Famtour trata-se de visitas de familiarização para agentes de viagens visando mais ampla comercialização de produtos turísticos. Portanto, o receptivo da região onde será realizado o Famtour, ao planejar essas visitas, deve-se prever a implementação de inúmeras medidas que irão garantir a melhor operacionalização de um ou mais roteiros de viagem, para um público de elevado nível de exigência e conhecimento, que estará o tempo inteiro testando as possibilidades e fragilidades da operação.

Realmente, não há como ter dúvidas de que a operação deve ser impecável para esse público, pois é necessário convencê-lo de que o produto turístico que está vivenciando tem ótimo apelo de venda. Um Famtour é um processo de gestão em turismo que extrapola seus objetivos comerciais, pois é efetivo também como estratégia de marketing para a potencialização da imagem positiva do produto turístico e o relacionamento com o público a que se destina.

O Famtour tem demonstrado muita eficácia nos resultados a que se propõe. Tanto que, nos dias de hoje, é realizado por entidades como Convention & Visitors Bureaux, também para outros públicos que não relacionados com o setor de turismo como promotores e organizadores de eventos, com o intuito de apresentar a estrutura organizacional e a infraestrutura de um destino de negócios e eventos para potencializar a venda do mesmo como sede de novos eventos.

Na operação de um Famtour sugere-se que a execução dos serviços de receptivo durante a visita seja realizada de forma compartilhada entre diversas empresas, para que não haja direcionamento das vendas dos produtos turísticos da região para somente um fornecedor.

A escolha correta das empresas de receptivo é o primeiro passo para o sucesso da viagem, o que poderá garantir processos de comercialização futuros junto aos seus compradores imediatos. Ter empresas que atuam frequentemente na região e com elevado padrão de qualidade é condição mínima para a operação bem-sucedida do evento, do contrário, poderá se tornar um anti marketing do destino, podendo criar-lhe uma imagem irreversível junto aos seus mercados em potencial e gerando a primeira derrota do produto turístico no seu processo de inserção mercadológica.

A escolha das empresas de receptivo deverá levar em conta a capacidade de operação, o portfólio de produtos que operam na região a ser visitada e a estrutura que a empresa possui para atender com qualidade às necessidades e especificidades de um famtour. Além disso, as empresas precisam ter condições para discutirem com eficiência adequações no roteiro turístico que estará sendo trabalhado, pois solicitações de alteração poderão acontecer ao longo da viagem e o receptivo deverá ter segurança, habilidade de negociação e tranquilidade para discutir as possibilidades de atendimento à demanda.

Nesse processo é inadmissível que o prestador de serviços, por não ter domínio com a operação turística na região escolhida, faça com que o lugar pareça pouco atraente ou “engessado” para venda. Por isso, é preciso ter total garantia de que a(s) agência(s) que irá(ão) operar o famtour já atua(em) na região há tempo suficiente para garantir a execução com alto nível de satisfação, isto é, considerado aspectos mínimos de segurança, conforto, presteza, agilidade e eficácia.

É importante salientar que o Famtour tenha, na sua programação, a visita a diversos equipamentos turísticos que oferecem serviços de hospedagem e alimentação, além dos que são utilizados pelo grupo durante a viagem. A ideia é apresentar para os participantes não só os serviços conforme necessidades básicas da agenda, mas também uma boa mostra de toda a oferta técnica e turística da região. Portanto, a operação que é desenvolvida pelo destino turístico onde será realizado o Famtour é muito trabalhosa e criteriosa, envolvendo a participação de vários profissionais de vários setores e segmentos da área do turismo.

Infelizmente, pode-se correr o risco de levar entre o grupo do Famtour alguns agentes de viagens que não tenham o mínimo interesse no destino turístico ou que não tenham um “olhar profissional” em relação à oportunidade que estão tendo. Um agente de viagens desinteressado pode atrapalhar o encaminhamento do Famtour, confundindo e causando o desinteresse dos demais.

Quando você é convidado para participar de um Famtour o que realmente passa em sua cabeça? Quais são as suas prioridades? Você realmente enxerga o destino turístico com um “olhar profissional”?

E o que é um “olhar profissional”? É por em prática tudo aquilo que você aprendeu. Reconhecer a oferta técnica e a oferta turística que é oferecida pelo destino turístico. É saber identificar à atratividade real do produto turístico, as especificidades do destino, a segmentação de mercado e as reais necessidades e expectativas para o atendimento de seu público-alvo em relação ao destino turístico.

Deixo aqui, algumas dicas:

  • Observe a execução do receptivo local desde a sua chegada no aeroporto até o embarque de retorno para a sua região de origem. Atendimento, duração do transfer para o hotel, etc.;
  • Observe os tipos de veículos que serão utilizados e se estão adequados aos roteiros apresentados; verifique se possuem instrumentos de comunicação e aparelhamento para passeios específicos que garantam conforto, segurança e praticidade e em que condições esta a frota;
  • Verifique se o guia de turismo possui vasto conhecimento da região, boa postura na apresentação (visual e oral), pontualidade, assertividade, confiabilidade e comprometimento com o trabalho e, em especial, com o destino; lembre-se que este profissional terá que garantir ou não o atendimento a inúmeros turistas que você enviará para o destino turístico;
  • É imprescindível visitar todos os hotéis que estão disponíveis para o roteiro. Observe as instalações e se elas garantem conforto, segurança e serviços de qualidade. Identifique quais são os hotéis com boa ou ótima localização, analise a cordialidade e o profissionalismo das equipes;
  • Em relação à alimentação, analise as condições dos restaurantes, principalmente se estão de acordo com os padrões de higiene e preparo que garantam a segurança alimentar e conforto. Além dos restaurantes típicos, observe se há disponibilidade de outros tipos de estabelecimentos;
  • Observe ou pergunte sobre as condições de atendimento para o público de portadores de necessidades especiais. Lugares com melhor infraestrutura e condições de higiene, segurança, conforto e qualidade do(s) roteiro(s) disponível (eis) para este público;
  • Nos principais atrativos da região (naturais e culturais) verifique as condições de comercialização, programação definida, horários de operação, capacidade de atendimento, tarifário próprio e condições de segurança, higiene e conforto;
  • Verifique a possibilidade de encontros com fornecedores e representantes locais que possam apresentar redes de produtos e serviços diferenciais da região.

E você, profissional de turismo, que já participou de um Famtour, observou atentamente todos os detalhes da operação e valorizou a oportunidade que você está tendo de além de conhecer um novo destino poderá transformá-lo em melhores resultados em suas vendas? Lembre-se sempre que Famtour não é somente passeio é uma visita técnica. Pense nisso e boas viagens e boas vendas!

Amtravelnews